01/09/2017 às 09h44min - Atualizada em 01/09/2017 às 09h44min

Santo de casa não faz milagre

Você deve estar careca de ouvir essa frase, não é mesmo? Eu estou! E sei de mais gente que também está. 
E sabe por qual razão? Alguns trabalhos que são realizados por profissionais de Três Passos são imensamente mais reconhecidos fora do nosso município do que aqui. Muitos preferem pagar caro (por um trabalho muitas vezes inferior e mais distante) do que pagar aquela pessoa que encontra no mercado, que compra na sua loja, que janta nos mesmos lugares do que você.
A diferença, quando falamos em varejo pelo menos é que essa pessoa conhece o mercado no qual você está inserido. Conhece os seus clientes. Conhece a rede de relacionamentos e conhece o seu produto, também como cliente.
Muito me irrita, para ser sincera, algumas pessoas ter de comprar móveis, enxoval, roupas ou mesmo contratar serviços de outras empresas, não pelo bairrismo ou por pensar que Três Passos é a capital do mundo. Existe um mundo globalizado e aberto a todos, e que bom! No entanto, o Pib de Três Passos (segundo dados de 2013) é de 21.965,31 reais, abaixo do nacional. Feliz somos nós, alguns profissionais que conseguem mostrar o seu trabalho em diversos lugares através da rede mundial, vulgo internet, no entanto muitos outros trabalhadores dependem de salários das lojas no final do mês. Dependem de receber de empresas localizadas na nossa cidade para poder fazer o mercado (que fica em Três Passos), pagar a escolinha dos filhos (que fica em Três Passos), fazer a academia (que fica em Três Passos), ir até a farmácia (que fica em Três Passos).
Esse é o dinheiro que gira em nosso município. Esse é o dinheiro que emprega os filhos, pais e mães de muitos.
Claro que devemos estar abertos ao desenvolvimento, buscar crescimento em centros maiores e com uma rede de relacionamentos maiores, o céu é o limite e fronteiras municipais não podem parar ninguém. Acontece que se eu tenho o mesmo aqui, por qual razão vou a outro lugar? Pois é mais bonito dizer que veio de fora? Pois é mais bonito dizer que "não havia a minha altura nesse munícipio"?
Se é aqui que eu vivo, se aqui minha família está, aqui eu vou ter a maior dedicação do mundo para que tudo de melhor aconteça. E Três Passos foi um exemplo, mas isso vale para todos os municípios. Pode ser mais chic dizer que importei, mas é mais saudável para a sua empresa investir e honrar as pessoas que consomem o seu produto. 
Esse texto foi inspirado numa publicação do face de uma profissional trespassense, inovadora e que tem estudado, se aperfeiçoado e investido em trazer para nossa cidade algo que muitos reclamavam não haver, no entanto continua sendo mais chic dizer que é de fora.
Para quem consome na cidade onde vive, seja ela onde for, parabéns! Você está gerando empregos, dando oportunidades e, principalmente, honrando o seu cliente!

 
Meu e-mail está à disposição para saber a sua opinião
Link
Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp