02/06/2017 às 09h28min - Atualizada em 02/06/2017 às 09h28min

Cidadania, sociedade e política: é preciso pensar

As discussões sobre cidadania, sociedade e política costumam ser consideradas chatas no cotidiano. As rodas de conversas corriqueiramente colocam em pauta essas questões. O ponto central, no entanto, é a crítica ferrenha contra o sistema eleitoral. A importância do debate saudável e da construção de soluções para a vida como cidadãos é, infelizmente, deixada de lado.
Inicio o texto da semana com essas frases porque o exercício da cidadania foi bastante citado na abertura da Semana Jurídica do Curso de Direito da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). Na segunda-feira, 29 de maio, o evento foi dedicado à comemoração dos 15 anos de implantação do Curso de Direito no Campus Três Passos e contou com a presença de cidadãos que integram a história da instituição.
Um dos pontos mais lembrados e indagados foi a contribuição das Ciências Jurídicas e Sociais para a comunidade regional. As respostas, felizmente, foram semelhantes. A maioria citou a importância do Direito como instrumento para o exercício do agir cívico, ou seja, o comportamento reflexivo do ser humano enquanto protagonista de sua história junto à sociedade.
Aliás, não só por ser acadêmico desta instituição, mas o corpo docente, a partir do programa educacional, corrobora a ideia de que a Universidade é um espaço privilegiado dos grandes debates. Muito mais do que formar técnicos do Direito, é, indubitavelmente, necessário construir cidadãos com capacidade de discernir, vivendo inconformados com o sistema, críticos da realidade e conscientes de sua função.
Esta mesma ideia foi firmada na noite de quarta-feira, 31, quando ocorreu a I Mostra Acadêmica de Artigos Científicos, promovida pelo Centro Acadêmico de Direito e Coordenação do Curso de Direito. Vários alunos realizaram pesquisas em diversas áreas que integram as Ciências Jurídicas e Sociais e puderam explanar aos demais estudantes. O debate e a reflexão, mais uma vez, mostraram-se como necessários.
Uma Universidade, para cumprir com o seu papel de formação acadêmica, precisa oferecer condições para que os alunos possam construir conhecimento e não apenas decorar letras frias. A UNIJUÍ, apesar de eventuais limitações, no âmbito do Direito, tem suscitado grandes discussões, a partir de diversos eventos propriamente ditos, bem como análises em salas de aula. Isso é louvável.
O indivíduo não pode buscar a sua formação somente para se tornar técnico de determina função. Ele precisa entender a realidade que o cerca. É necessário, muito mais que ser denominado legalmente como cidadão, sentir-se concretamente um agente cívico. E isso é resultado de reflexão, de discernimento, de debate, de análise, cuja atitude envolve a cidadania, a sociedade e a política.
Por isso, é evidente que a discussão sobre a participação de cada indivíduo na comunidade e o aperfeiçoamento contínuo sobre o papel de cada um de nós enquanto integrante de um Estado são aspectos fundamentais para o aprimoramento do pensamento político. Pensar política é buscar respostas para os problemas e, principalmente, é entender que todos somos, por natureza, animais políticos capazes de debater.
Link
Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp