16/10/2020 às 10h36min - Atualizada em 16/10/2020 às 10h36min

Cpers cobra termo de responsabilidade para retorno das aulas presenciais

Estagiária Daiana Fernanda Hilgemann
Após o governador do Estado liberar as aulas presenciais parciais para a partir de 20 de outubro, as forças contrárias a essa atitude foram muitas, vindas de toda a população.

Então na quinta-feira (15), no dia do professor, membros ligados ao Cpers Sindicato realizaram um ato simbólico em frente ao Palácio Piratini e nas sedes das Coordenadorias Regionais de Educação, com o questionamento a essa retomada de aulas. Diante do seu ato, os professores também entregaram um termo de responsabilidade a representantes da Casa Civil e do gabinete do governador, solicitando que Eduardo Leite se responsabilize pelas vidas dos educadores e estudantes, pois eles acreditam que o retorno presencial não é seguro ainda. Caso assinar, ele se compromete por todas as vidas que está fazendo sair de suas casas, e se não houver a assinatura é porque ele reconhece que há falhas para que o retorno seja realmente seguro, palavras da presidenta do Cpers, Helenir Schürer.

De toda a forma o retorno presencial não é obrigatório a nenhum professor e nenhum aluno, a modalidade de ensino remoto continuará sendo ofertada, e para os encontros presenciais daqueles que optarem por ele, os protocolos de segurança serão realizados, as compras de Epi’s e álcool em gel já está sendo feita pela secretária de educação estadual.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp