09/10/2019 às 10h12min - Atualizada em 09/10/2019 às 10h12min

Inter tem problemas para enfrentar o CSA

O centroavante Guerrero, o lateral-direito Bruno, o técnico Odair Hellmann e o vice de futebol do Inter Roberto Melo foram denunciados no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pelos fatos ocorridos na derrota colorada para o Flamengo por 3 a 1, pela 21ª rodada do Brasileirão. O julgamento do quarteto está marcado para a próxima sexta-feira.
Guerrero, o treinador e o dirigente estão ligados a reclamações e críticas à equipe de arbitragem, encabeçada pelo juiz Luiz Flávio de Oliveira. Enquanto o peruano terá de responder pela expulsão e supostas ofensas na partida, Odair e Melo precisarão se defender pelas palavras proferidas em suas entrevistas coletivas. Já Bruno foi citado pela expulsão no pênalti sobre Gabigol.
O atacante tem a situação mais complicada. Ele foi enquadrado em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – em um deles, a denúncia foi dobrada. De acordo com as penas previstas, que são cumulativas, o atacante pode ficar impedido de jogar por até 18 partidas, além de pagar multa de R$ 100 a R$ 100 mil, em caso de condenação.
O Inter joga hoje, às 19h15min, contra o CSA na casa do adversário.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »