27/09/2019 às 10h00min - Atualizada em 27/09/2019 às 10h00min

Desemprego cai para 11,8% e atinge 12,6 milhões de pessoas

Pesquisa do IBGE também mostra aumento do número de trabalhadores informais

R.Guaíba

A taxa de desemprego no Brasil caiu para 11,8% no trimestre encerrado em agosto, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados da pesquisa PNAD Contínua foram divulgados nesta sexta-feira. O estudo mostra que 12,6 milhões de pessoas estão desocupadas.

O período teve um aumento no número de profissionais com carteira de trabalho assinada, mas trabalhadores informais também cresceram, enquanto sublocados ou por conta própria bateram novos recordes.

A categoria dos trabalhadores por conta própria chegou a 24,3 milhões de pessoas. Houve estabilidade frente ao trimestre anterior e alta de 4,7% (mais 1,1 milhão de pessoas) em relação ao mesmo período de 2018.

Já o rendimento médio real habitual da população ficou estável em relação ao segundo trimestre: R$ 2.298. No período imediatamente anterior o rendimento era de R$ 2.290. Ao mesmo tempo, a categoria dos empregadores ficou estável, com 4,3 milhões de pessoas. Além disso, os trabalhadores domésticos também se mantiveram na mesma quantidade: 6,3 milhões de pessoas.

O grupo dos empregados no setor público (inclusive servidores estatutários e militares), foi estimado em 11,7 milhões de pessoas também não teve variações estatisticamente significativa nas duas comparações.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »