24/07/2019 às 09h23min - Atualizada em 24/07/2019 às 09h23min

Petrobras vende controle da BR Distribuidora em operação que pode chegar a R$ 9,6 bi

Estatal reduziu sua participação na empresa para cerca de 41,25%

GaúchaZH
A Petrobras concluiu nesta terça-feira (23) a venda de 30% das ações da BR Distribuidora pelo valor de R$ 8,56 bilhões. Com isso, a empresa reduz sua participação para 41,25% e perde o controle da subsidiária de postos de combustíveis — que passa a ter mais capital privado do que estatal.

Um lote suplementar poderá ampliar as cifras da negociação nos próximos dias. Serão ofertadas mais 43,7 milhões de ações ao preço de R$ 24,50 cada uma.

Caso haja a venda integral do lote, o montante do negócio poderá chegar a R$ 9,6 bilhões. Assim, a participação da Petrobras poderá ser reduzida para 37,5% do capital da BR Distribuidora.

A venda das ações é parte do plano de desinvestimentos da Petrobras, aprovado em maio por seu conselho de administração, que quer levantar recursos para pagar dívidas e focar no pré-sal. A estatal já havia vendido 28,75% das ações da BR em 2017, em uma operação que movimentou R$ 5 bilhões — na ocasião, a Petrobras detinha 100% da subsidiária.

A BR Distribuidora

Maior distribuidora de combustíveis do país, a BR está presente em todos os Estados, com 27,4% de participação no mercado. Conta com uma rede de 7.703 postos, 95 unidades operacionais e atuação em 99 aeroportos. 

Em 2018, a empresa faturou R$ 97,8 bilhões, com lucro de R$ 3,2 bilhões. Os maiores competidores da BR Distribuidora são a Raízen, empresa da Cosan que opera sob a marca Shell, e a Ipiranga (Ultra). 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »