13/11/2023 às 10h59min - Atualizada em 13/11/2023 às 10h59min

RS tem alerta vermelho de chuva intensa devido a ciclone em alto-mar

Gaucha ZH
Jonathan Heckler - Agencia RBS
A semana deve começar com muita instabilidade e chuva volumosa no Rio Grande do Sul devido à atuação de outra frente fria. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta vermelho, que significa grande perigo, até as 10h de segunda-feira (13).
Segundo a Defesa Civil do RS, são esperados volumes de chuva entre 70 a 110 mm, por dia, nas Missões, Noroeste, Centro, Vales e Região Metropolitana - o equivalente a mais da metade da média do mês, que é de 136 mm. Porto Alegre deve ter tempo instável nesta segunda-feira (13), com chuva a qualquer hora e risco de temporais.
Conforme a meteorologista Stefanie Tozzo, da Climatempo, além da atuação de um sistema de baixa pressão no Paraguai, que vai contribuir para a formação de áreas de instabilidade ao longo de quase toda a semana, uma nova frente fria também irá avançar pelo RS entre a noite de domingo e a segunda-feira.
Por conta desse cenário, o Estado deve concentrar a maior quantidade de chuva no país. Ela reforça que o alerta para pancadas fortes e risco de acumulados altos nesta segunda-feira vale para todo o Estado.
— Vai ser um começo de semana com tempo fechado e chuvoso com potencial de temporais, ventos que podem variar entre 50 a 70 km/h em algumas regiões da metade Norte, Serra e Litoral ao longo dia — observa.
Na terça (14), essa frente fria começa a se afastar. Será uma semana instável, com bastante chuva nestes primeiros dias, muita atenção para ventania e possibilidade de eventual queda de granizo em decorrência desta formação de nuvens de temporais.
— Vamos ter essa umidade devido à baixa do Paraguai, favorecendo muitas nuvens no Centro-Norte e Litoral. Pode chover desde cedo, uma chuva persistente e com potencial ainda para temporais — explica.
Na Fronteira Oeste, em Bagé e Pelotas, deve garoar e a instabilidade mais pesada começa a diminuir. Na quarta-feira (15) ainda haverá bastante umidade, mas com possibilidade de aberturas de sol - ainda com muitas nuvens - em todas as regiões gaúchas. Os temporais devem ficar mais concentrados nas regiões Sul, Nordeste e Serra.
Coordenador do 8º Distrito de Meteorologia de Porto Alegre do Inmet, destaca que essa instabilidade é resultado da continuidade do impacto do El Niño, que provoca chuvas mais fortes, persistentes e volumosas.
— Essa instabilidade se explica por causa desse bloqueio de ar quente e seco no Brasil central e acaba vindo do Paraguai e do norte da Argentina um canal de umidade. E isso bloqueia as frentes frias. Por isso até quarta ou quinta-feira vai permanecer a instabilidade no Estado — completa.
Estragos em Santo Antônio da Patrulha
Um temporal com granizo e vento forte causou estragos em localidades do interior de Santo Antônio da Patrulha, no Litoral Norte. Segundo a Defesa Civil, uma chuva volumosa, acompanhada de rajadas de vento, atingiu o município ainda na noite deste sábado (11).
Com o amanhecer deste domingo (12), os estragos são contabilizados. Na área urbana, não há registro de transtornos. Porém, no interior, casas foram completamente destelhadas, segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, Miguel Evair Pires Oliveira.
Os distritos de Catanduvinha, Miraguaia, Roça Grande, Serraria Velha, Morro Agudo, Mojolo e Evaristo são os mais afetados. Postes e árvores cairam e, até a manhã deste domingo, bloqueavam acessos a regiões do interior da cidade.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
RÁDIO DIFUSORA Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp