06/09/2020 às 13h13min - Atualizada em 06/09/2020 às 13h13min

Governo do RS recebe sete recursos contra bandeira vermelha na 18ª rodada do distanciamento

https://gauchazh.clicrbs.com.br
O governo do Estado vai avaliar sete recursos de municípios e associações regionais contra a classificação preliminar em bandeira vermelha anunciada na sexta-feira (4). Na 18ª rodada do distanciamento controlado no RS, 12 regiões foram enquadradas na etiqueta de alto risco para contaminação do coronavírus no mapa preliminar. Retornaram para a bandeira vermelha no mapa preliminar as regiões de Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Capão da Canoa, Erechim, Palmeira das Missões, Guaíba e Lajeado. Já Santo Ângelo e Cruz Alta permaneceram com a classificação de risco alto. 
Apesar da estabilização em vários indicadores gerais, o mapa preliminar teve ampliação do número de regiões com classificação de alto risco por conta do aumento de registros de novas internações confirmadas por coronavírus. Esse indicador, em particular, alcançou bandeira preta em algumas regiões. É caso das áreas de Lajeado, Santa Cruz do Sul, Palmeira das Missões, Taquara e Capão da Canoa.
No total, 261 municípios foram classificados na bandeira vermelha somando 6.739.455 habitantes, ou seja, 59,5% da população gaúcha. Destes, 120 podem adotar protocolos de bandeira laranja, pois não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.
O mapa preliminar aponta ainda a mudança de classificação para a bandeira laranja das regiões de Ijuí e Santa Rosa. Além delas, já estavam na bandeira laranja as regiões de Pelotas, Bagé, Uruguaiana, Santa Maria, Passo Fundo, Caxias do Sul e Cachoeira do Sul. 
 
A classificação definitiva deve ser anunciada na tarde desta segunda-feira (7).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp