07/01/2020 às 15h41min - Atualizada em 07/01/2020 às 15h41min

Fumaça de incêndios da Austrália chega ao Rio Grande do Sul, diz MetSul

Nuvem não causa riscos para a saúde e não afeta a qualidade do ar que está na superfície

Imagens de satélite mostram fumaça presente na região Oeste do Rio Grande do Sul | Foto: MetSul Meteorologia
Depois de passar por Argentina e Chile, a fumaça dos incêndios que atingem as florestas das Austrália chegou ao Brasil através do Rio Grande do Sul no começo da tarde desta terça-feira. Segundo a MetSul Meteorologia, a maior concentração no Estado pode ser observada no Oeste. O instituto explicou que a nuvem de fumaça não causa qualquer risco para a saúde, uma vez que está em grande altitude e não afeta a qualidade do ar que está na superfície.

Nessa segunda-feira, a meteorologista Estael Sias afirmou que a população de Porto Alegre deverá testemunhar um pôr do sol mais alaranjado na quarta e na quinta-feira. Segundo ela, o vento com mais de dez quilômetros de altura, que vem de Oeste para Leste, é capaz de transportar “tudo que vem pelo caminho”.

“Se não chover no caminho, não vai atrapalhar nossa visibilidade como foi no transporte das cinzas vulcânicas na América do Sul que vieram do Chile”, explica, em alusão à chegada das cinzas do vulcão chileno Calbuco ao RS em abril de 2015.

Conforme a Metsul, a previsão para os próximos dias na Capital é de calor, principalmente na quinta-feira, com chuvas esparsas na sexta e no sábado.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp