22/10/2019 às 09h53min - Atualizada em 22/10/2019 às 09h53min

Prévia da inflação varia 0,09% em outubro, diz IBGE

R.Guaíba

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) variou 0,09% em outubro, mesmo percentual registrado em setembro. A prévia da inflação, medida pelo IBGE, foi divulgada nesta terça-feira. Em Porto Alegre, o índice não teve variação. Já no ano, a Capital acumula inflação de 2,65%.
No País, o IPCA-15 acumula alta de 2,69% no ano e, em 12 meses, de 2,72%, abaixo dos 3,22% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em outubro de 2018, a taxa foi de 0,58%.
O grupo Saúde e cuidados pessoais apresentou a maior variação, 0,85%, e o maior impacto, 0,10 ponto percentual (p.p.), entre os nove grupos de produtos e serviços pesquisados. Transportes também registraram elevação de 0,35%.
Já em relação às reduções de preços, o grupo Alimentação e bebidas teve queda de 0,25%. Assim, esse foi o terceiro mês consecutivo de deflação. Os preços de Habitação registraram diminuição de 0,23%. Os demais grupos ficaram entre as altas de 0,09% em Educação e de 0,16% em Despesas pessoais.

No grupo Habitação, a redução do índice ocorreu por conta da diminuição de 1,43% na conta da energia elétrica. Com exceção das regiões metropolitanas do Recife (0,14%) e de Salvador (2,52%), todas as demais áreas apresentaram queda de preços. Em outubro, passou a vigorar a bandeira tarifária amarela, em que há cobrança adicional de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. Em setembro, estava em vigor a bandeira vermelha patamar 1, em que a cobrança adicional é de R$ 4 por kWh.
Para o cálculo do IPCA-15, os preços foram coletados entre 13 de setembro e 11 de outubro e comparados com aqueles vigentes de 14 de agosto a 12 de setembro. O indicador refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange 11 regiões metropolitanas.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »