03/09/2019 às 11h53min - Atualizada em 03/09/2019 às 11h53min

Três Passos realizou a 1ª Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional

Um marco na discussão e elaboração de políticas públicas voltadas à segurança alimentar e nutricional foi promovido pelo Município de Três Passos por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Emater e COMSEA.
No dia 30 de agosto, foi realizada a 1ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, um momento histórico para a região e que coloca Três Passos entre os poucos municípios a promoverem fóruns de discussão na área.
Na abertura do evento, o presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (COMSEA), Cesar Alexandre Bourscheid, ressaltou a importância da participação da comunidade no evento para a construção e deliberação de questões primordiais envolvendo os alimentos.
Já o prefeito Municipal, José Carlos Amaral, destacou em sua fala o livro Geografia da Fome, de Josué de Castro, citado por ele como um dos filósofos mais negligenciados da história do Brasil por trazer um tema relevante e muito preocupante que é a fome. Ele ponderou que o tema da conferência - “Segurança Alimentar: Pela vida saudável e contra a fome e a miséria” - culmina com a abordagem do livro, e que é preciso despertar a consciência para a necessidade de discutirmos e propormos políticas públicas para a superação da fome e da promoção de uma alimentação adequada e saudável.
O tema da Conferência foi ministrado pela professora da UNIJUÍ, nutricionista Eilamaria Libardoni Vieira, a qual destacou que Três Passos é um dos municípios pioneiros na realização da conferência no RS. Ela falou da segurança alimentar e nutricional compreendida na efetivação do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente. Também ressaltou a necessidade e importância da retomada de hábitos como o consumo de alimentos naturais, além de evitar o consumo de alimentos ultraprocessados.
Após a palestra a discussão se desdobrou em 4 eixos: - Produção, abastecimento e acesso aos alimentos; - Qualidade dos alimentos; - Educação Alimentar e Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional. Destas discussões foram levantadas 15 propostas que vão de encontro a realidade da Segurança Alimentar e Nutricional a nível Municipal, Estadual e Nacional.
Estas propostas serão defendidas pelos delegados eleitos no momento da Conferência Municipal, e que participarão na VII Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável que será realizada de 16 a 18 de outubro de 2019, na cidade de Porto Alegre.   
Participaram da conferência 124 pessoas, entre elas autoridades, estudantes, trabalhadores da saúde, usuários dos grupos da Assistência Social e agricultores.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »