02/01/2019 às 09h19min - Atualizada em 02/01/2019 às 09h19min

Unijuí oferta 30 vagas para a primeira turma do curso de Medicina

GaúchaZH
Após mais de 25 anos de tratativas, a Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul (Unijuí) terá um curso de Medicina. O Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União, na última quarta-feira (26), autorização para que a graduação seja oferecida. O curso poderá ter até 50 vagas, mas apenas 30 estarão disponíveis a partir de 2019.
A autorização do MEC ocorreu após visita às instalações da Unijuí e da rede de atenção básica de saúde do município.
Segundo a reitora da instituição, Cátia Maria Nehring, o curso terá formação voltada ao Sistema Único de Saúde (SUS). Desde o primeiro semestre, o universitário fará observações junto à comunidade nos hospitais de Caridade e Bom Pastor de Ijuí e no Hospital de Panambi. A mensalidade ainda não está definida, mas deve ficar por volta de R$ 7 mil. Serão abertas também especializações em ginecologia, pediatria e saúde da família para médicos formados em outras universidades.
— A notícia foi recebida tanto pela comunidade acadêmica quanto pela comunidade de Ijuí com muita satisfação e alegria. Será uma graduação voltada à defesa do SUS e da atenção básica. Para além da formação, também haverá um processo de melhoria da oferta de atenção básica e de alta complexidade à comunidade. As residências também devem atrair jovens para a região – isso significa que muitos poderão fixar residência em municípios que precisam de médicos, principalmente atrelados ao SUS — diz a reitora. 
A criação do curso de Medicina na Unijuí era uma demanda da região Noroeste do Estado e, sobretudo, da prefeitura de Ijuí, uma vez que graduações em Medicina tendem a melhorar o atendimento em saúde pública pela constituição de hospitais-escola.
Em 1992, a Unijuí chegou a aplicar um vestibular para Medicina, mas o processo seletivo foi anulado pela Justiça, após pedido do Conselho Federal de Medicina (CFM).
Em 2013, o MEC abriu edital para escolher municípios brasileiros que receberiam novos cursos e, em 2014, Ijuí foi contemplado. No mesmo ano, outro edital foi aberto, desta vez para a escolha da universidade que sediaria o curso. A pasta escolheu o Grupo Estácio, do Rio de Janeiro. A instituição carioca, no entanto, desistiu, o que motivou o MEC a criar outro edital em 2017. A Unijuí reforçou o interesse, foi escolhida pelo governo federal e agora oferecerá a graduação à comunidade.
As inscrições para o vestibular (redação mais 40 questões) estarão abertas de 7 de janeiro a 17 de fevereiro. A prova ocorrerá em 24 de fevereiro. A nota dos vestibulandos envolverá o resultado no vestibular, o desempenho no Enem (o vestibulando poderá escolher o resultado de 2015, 2016, 2017 ou 2018) e um acréscimo de cinco pontos, dentre o total 1 mil, para quem fez o Ensino Médio em um município da região. As aulas começam em 11 de março. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp